I´m Jack Nicholson

Março 3rd, 2008

Em tempos de guerra política no país que também adora uma guerra em outras áreas, é estranho ver celebridades dando suporte determinado político. Isso é estranho em comerciais.

Caiu na rede um comercial, muito bizarro diga-se de passagem, do ator Jack Nicholson dando suporte à Hillary Clinton. O filme tem a impressão de ser amador e feito por algum fã político com um editor de vídeo básico, mas o final desmente isso.

E nós ainda reclamamos da propaganda comercial… enquanto a prop. política está anos luz atrás.

Cafeína de volta à cafeteira

Fevereiro 29th, 2008

Olá a todos!

Depois de algumas semanas fora do ar e sem atualizações, o cafeína volta, se o deus dos publicitários quiser, para ficar de vez.

Como sexta-feira, quase no final do expediente, não é realmente o melhor momento para anunciar a volta, apenas vamos colocar um anúncio muito bacana da Anistia Internacional.

 

O recurso do preenchimento escrito não é algo inovador, nem de longe, mas as suas aplicações são sempre interessantes se usadas de maneiras diferentes.

fonte: adverbox

Sombras e Genialidade

Dezembro 11th, 2007

Manipular aquilo que não podemos tocar exige uma habilidade inimaginável e, como já foi dito aqui, um pouco de genialidade. Porem a quantidade de expressões artísticas produzidas a partir das sombras parece ser interminável.

holy_spirit_come_home1.jpg

Seguindo a mesma linha de Nobles e Webster, Fred Eerdekens mantém um trabalho consistente, produzindo palavras recheadas de significados através da composição de elementos inesperados.

god-ego.jpg

Fred Eerdekens é belga e começou a trabalhar com sombras em 1984, desde então passou a mostrar seu trabalho em exposições realizadas por toda a Europa e nos Estados Unidos.

neo-deo02.jpg

Quem quiser, e puder, ter contato com as obras de Eerdekens pode visitar umas das duas exposições fixas do artista: Taché-Lévy Gallery – Bruxelas e Spencer Brownstone Gallery – Nova York.

i_hate_words1.jpg

Dica do Favoritos 

Cafeína Relaciona:            Arte de Criança      

                                               Noble, Webster e Lowe

Kongregate Gamers

Novembro 29th, 2007

Saiu até na Folha Ilustrada no domingo passado, que depois do estrondoso sucesso do Youtube, surgiram inúmeros sites de vídeos segmentados. Convenhamos que seja natural. 

Mas estamos aqui para falar de um portal diferente. Nós já temos um lugar online para ver todos os vídeos do mundo, outros para escutar música e os percussores disso, os sites para fazer amigos. Só faltava um sobre games. Faltava…

kon-01.bmp

O Kongregate foi criado para ser, além de um portal de games, uma vitrine para desenvolvedores e até empresas que queiram divulgar suas criações. Quem realmente saiu lucrando é você, que tem à disposição uma enormidade de games de diversos gêneros e sim, de qualidade.

kon-02.bmp

Tendência certa de segmentação de serviços online? Com certeza, podemos até chegar a um ponto de existir um portal para cada gênero de jogo, nunca se sabe… 

O que você está esperando para acessar? Ah sim, a hora do almoço, claro.  

Cafeína relacionada: Videogame para todo o corpo

Arte de Criança II

Novembro 23rd, 2007

Eric Joisel pode ser considerado a maior referência em Origami no mundo, através de um trabalho minucioso e construções perfeitas, ele é capaz de dar vida a um simples pedaço de papel.

Senhor dos Anéis

Músico

Caracol

Joisel começou a dar vida ao origami em 1983, se tornando profissional em 1992, ganhando o título de “Mestre do Origami” em 2005. Abaixo um pouco da vida e obra do artista.

A arte japonesa já foi usada na propaganda algumas vezes, como nessa campanha. 

Produzindo arte a partir do banal, Eric Joisel é fonte de inspiração para as mais diversas formas de comunicação e arte. Impactar através do que nos é estranho é relativamente fácil, impactar a partir do que nos é comum - tarefa da propaganda - requer esforço e um pouco de genialidade.

Cafeína relaciona: Arte de Criança 

Responsabilidade social ou puro marketing?

Novembro 12th, 2007

Enquanto diversas ONGs como a WWF, pedem sua ajuda para combater o aquecimento global, o assunto gerou pano para manga na publicidade atual.

wwf-global3_25.jpg

wwfglobal2_25.jpg

wwf-global1_25.jpg

Algumas marcas como Ariel, utilizam-se do tema para adequar, não só sua comunicação, como sua própria formulação de produtos. Ariel, na Inglaterra, com a nova variante Ariel cool cleaning, o consumidor é convidado a lavar suas roupas a uma temperatura mais baixa, economizando energia e contribuindo com o combate ao aquecimento global.

arielsite.jpg

arielpackage.jpg

Outras marcas como a Diesel, aproveitam-se somente da polêmica do tema para gerar impacto e expressar “atitude”.     

dieselgw2.jpg

dieselgw3.jpg

diselglobalwarming.jpg

Quais são os verdadeiros objetivos das marcas quando falam em consciência ecológica? Elas estão realmente preocupadas ou essa preocupação sócio-ambiental apenas se trata de uma nova mídia?

Cafeína relaciona: Diesel Walls

Re:Queremos outro estagiário!

Novembro 11th, 2007

Depois de recebermos e avaliarmos diversos trabalhos legais (alguns em flash, pdf, blogs, etc…), selecionamos 5 pessoas para a segunda fase do processo seletivo.  

A avaliação foi toda feita tendo em vista alguns critérios: raciocínio lógico, criatividade, nível de esforço/vontade demonstrado e capacidade de organizar suas idéias de forma clara e sucinta. 

Os escolhidos são: 

-Alexandre Muramoto-Diego de Oliveira-Drielle Caroline Alarcon-Luana Baio-Rafael Camilo 

Quem não teve seu nome colocado aí nessa listinha, não desanime mesmo, temos certeza que iremos nos encontrar no mercado por aí muito cedo ainda! Se necessitarem de algum feedback do trabalho, podem mandar um email, que responderemos com prazer.

Viver ou Morrer

Novembro 8th, 2007

A Sidaction é a mais importante ONG francesa que apóia a luta contra a AIDS em diversos países pelo mundo.

sidaction1.jpg

Foram eles quem patrocinaram as tão aclamadas animações “Live long enought to find the right one”, nas versões hetero e gay, já postados aqui no cafeína.

Com a mensagem “Around the world, one person dies of AIDS every 10 seconds”, sua última campanha possui um posicionamento totalmente diferente para defender a mesma causa.  

O foco no lado negativo é freqüente nas campanhas preventivas (anti-drogas, anti-tabaco, etc), que costumam ser diretas e apelativas.  

imagem11.jpg

O que será mais relevante para o público? Saber que a cada 10 segundos uma pessoa morre de AIDS e ele pode ser o próximo, ou saber que se ele se cuidar, poderá viver mais para encontrar o mister right?

  Cafeína relaciona:              dia mundial da luta contra a AIDS. 

                                              peace on the streets.

Noble, Webster e Lowe

Novembro 7th, 2007

Se apropriando da técnica usada pela dupla Tim Noble e Sue Webster, já comentada aqui no último post, a Lowe de Londres criou este filme para a loja de departamento John Lewis.

Procurando “inspirar os consumidores a comprar os produtos que refletem a sua personalidade”, a campanha usa a mesma técnica da arte produzida por Noble e Webster, posicionar ‘aleatoriamente’ os produtos da loja, formando imagens repletas de detalhes

john-01.bmp

john-02.bmp

john-03.bmp

Não foi usada qualquer espécie de computação gráfica na construção das formas, vale a pena conferir o making-off do filme.

Arte de Criança

Novembro 1st, 2007

Anos antes da internet e do Playstation, uma das brincadeiras preferidas das crianças era formar figuras na parede através de sombras geradas por uma lanterna.

coelho2.gif

Essa construção já foi usada alguma vezes na propaganda, como nessa campanha para o Volks Phaeton.

Mas o que esperar quando iluminamos um monte de lixo? No caso de Tim Noble e Sue Webster estamos falando de arte.

 tim_sue1.jpg

É impressionante a riqueza de detalhes que é gerada a partir de objetos dispostos aparentemente ao acaso. Analisando a obra temos a impressão que estamos sendo ludibriados, que a luz vem de um outro ponto ou qualquer coisa que nos faça desacreditar na perfeição das formas.

tim_sue32.jpg

tim_sue21.jpg

A evolução de uma brincadeira infantil que se transformou numa linguagem artística diferenciada. É impressionante o que mãos, ou lixo, conseguem fazer.

Dica do GROSELHA Cafeína relaciona: Entre o belo e o grotesco

Arquitetura auto-sustentável

Novembro 1st, 2007

Incrível como o conceito de auto-sustentabilidade se aplica de forma peculiar na arquitetura.  A Sanyo, no Japão, construiu um museu dedicado a energia solar, chamado Solar Ark

solarark.jpg

Considerada a maior estrutura geradora de energia solar do mundo, o museu tem como missão conscientizar pessoas (principalmente crianças) sobre o tema de “energia solar”, tornando-se assim um “lugar de promover a vida”, como eles próprios dizem. 

Outro exemplo legal é um prédio que fica em Hong Kong Science Park, e tem vidros solares (solar glass),    que captam a energia solar e transformam em energia para ser utilizada no prédio.

solaredifico.jpg

Vale a pena olhar esse blog aqui, onde irá encontrar referências legais de arquitetura.

Cafeína relacionada:

http://cafeina.lowebrasil.com.br/?p=47
http://cafeina.lowebrasil.com.br/?m=20070216

Ilustração no Brasil

Novembro 1st, 2007

Uma área pouco conhecida fora do meio que vem ganhando bastante notoriedade no Brasil é a ilustração. Cada vez mais as agências estão utilizando/terceirizando esse tipo de trabalho para potencializar o lúdico em suas campanhas. 

Os trabalhos são realmente maravilhosos, abaixo um pouquinho dos principais representantes dessa nova arte aqui no Brasil. 

Platinum, FMD do Rio de Janeiro – os caras foram responsáveis pela campanha de Melissa, trabalho também fascinante.

 platinum-01.jpg platinum-02.jpg

Adhemas Batista de São Paulo. 

adhemas-01.jpg

Raquel Falkenbach do Rio de Janeiro.

raquel-01.jpg

raquel-02.jpg

Vale a pena dar uma olhada no que está acontecendo no mundo também, listinha básica dos melhores ilustradores da atualidade ‘aqui’.

Orgânicos na moda!

Outubro 29th, 2007

Que alimentos orgânicos estão “na moda”, todos nós já sabemos, mas que a nova moda, é justamente a “moda” orgânica poucos sabem.

Pois é, uma artista que está ganhando projeção internacional com essa nova tendência é Katharine Hamnet. Desde a década de 80, Kath usa a moda como protesto, inicialmente contra o impacto ambiental ruim do algodão não-orgânico no mundo.

katharinetop100_main.jpg

A estilista estendeu seu protesto a outras instâncias e agora utiliza-se da moda para protestar contra, por exemplo, a guerra do Iraque e outras questões éticas.

katharine-hamnet.jpg

As grandes marcas de vestuário de olho na nova “moda-protesto” e “moda responsável” transformam “protesto” em um diferente nicho de mercado. A loja de roupas Gap, por exemplo, inaugura nos EUA, sua linha de roupas 100% orgânicas. Sem contar a sacola “I’m not a plastic bag” que, protestando contra o cosumo exagerado de sacolas plásticas em supermercados, virou sensação pouco tempo atrás e foi vista nas mãos de celebridades como Lily Allen e Keira Knightley.

im-not-a-plastic-bag.jpeggaporganic2.jpg

Essa apropriação de grandes marcas do “protesto” como forma de identidade, é uma pura estratégia de marketing, mas será que não causa também a ampliação do potencial de conscientização social e ambiental através destes “protestos patrocinados”?

Processo Seletivo - Esclarecimento

Outubro 29th, 2007

Galera,

Só para esclarecer um ponto que pode ter ficado mal entendido:

1. Meia noite do dia 5 de novembro. Essa “meia noite” que estamos nos referindo da meia noite do dia 5 para o dia 6, ou seja, segunda para terça-feira.

E mais uma coisa, todo mundo que estiver interessado em participar do Processo Seletivo, favor enviar até quinta-feira (dia 1 de novembro) o respectivo CV (Curriculum Vitae) para o email felipe.pissardo@borghierhlowe.com.br

Uma visão dos jovens hoje

Outubro 26th, 2007

Um pequeno filme sobre a visão do estudante de classe média hoje, os dados são sobre o jovem americano, mas pode ser aplicado ao nosso universo. 

Fica clara a ausência das instituições de ensino quanto a nossa realidade e a nossa visão particular do mundo, são poucas as escolas que querem e conseguem entender as necessidades e o mundo dos jovens.

A montagem do filme é perfeita, acentua ainda mais a falta de comunicação entre as personagens (instituições de ensino e os jovens), mostra a velocidade da informação no nosso mundo e como devemos nos adaptar a todas as tarefas que nos são exigidas. 

O filme retrata a visão dos jovens sobre o que acontece hoje, talvez por isso tenha incomodado tanto.